TAC

CURSO DE CAPACITAÇÃO DE TERAPIA ASSISTIDA POR CÃES
LOCAL: Centro de Treinamento CÃO SENTINELA - ELDORADO do SUL /RS

Aberto a profissionais da área da saúde e comunidade em geral
 
MÓDULO I   ( 01 e 02 abril 2017) 

Tem como objetivo a introdução do animal junto a um indivíduo ou grupo onde o animal é parte integrante do processo de tratamento.
É dirigida e/ou realizada por um ou mais profissionais do serviço de saúde com perícia especializada, e dentro do espaço da prática de sua profissão. Dirigida para promover a saúde física, social, emocional e/ou funções cognitivas.

Nas últimas décadas, a Terapia Assistida por Animais (TAA) vem ganhando interesse e investimentos da comunidade científica, em função dos resultados alcançados nos programas que visam, através da interação homem-animal, promover a saúde física e psíquica das pessoas envolvidas.

– Por que usamos um animal na terapia de pacientes? Porque funciona! – diz o médico Brent Bauer, do Departamento de Medicina Complementar e Integrativa da Mayo.

A cão terapia em hospitais já vem sendo adotada nos Estados Unidos há várias décadas. No Brasil, o método foi introduzido em 1997 pela veterinária e psicóloga Hannelore Zucks. Dentre as raças mais usadas estão golden retriever e labrador. No entanto, qualquer cão pode ser terapeuta, como destaca o médico Renato Maia.

– Desde que seja saudável, dócil e treinado, qualquer animal pode se tornar um cão-terapeuta. A presença do cachorro no hospital ameniza o ambiente e favorece as relações entre os pacientes. Eles se sentem motivados e realizam os exercícios físicos e de memória sem perceber.
Tem como objetivo a introdução do animal junto a um indivíduo ou grupo onde o animal é parte integrante do processo de tratamento.
É dirigida e/ou realizada por um ou mais profissionais do serviço de saúde com perícia especializada, e dentro do espaço da prática de sua profissão. Dirigida para promover a saúde física, social, emocional e/ou funções cognitivas.

Nas últimas décadas, a Terapia Assistida por Animais (TAA) vem ganhando interesse e investimentos da comunidade científica, em função dos resultados alcançados nos programas que visam, através da interação homem-animal, promover a saúde física e psíquica das pessoas envolvidas.

– Por que usamos um animal na terapia de pacientes? Porque funciona! – diz o médico Brent Bauer, do Departamento de Medicina Complementar e Integrativa da Mayo.

A cão terapia em hospitais já vem sendo adotada nos Estados Unidos há várias décadas. No Brasil, o método foi introduzido em 1997 pela veterinária e psicóloga Hannelore Zucks. Dentre as raças mais usadas estão golden retriever e labrador. No entanto, qualquer cão pode ser terapeuta, como destaca o médico Renato Maia.

– Desde que seja saudável, dócil e treinado, qualquer animal pode se tornar um cão-terapeuta. A presença do cachorro no hospital ameniza o ambiente e favorece as relações entre os pacientes. Eles se sentem motivados e realizam os exercícios físicos e de memória sem perceber.
 
CRONOGRAMA
- Imprinting;
- Temperamento;
- Caráter;
- Índole;
- Instinto;
- Raças;
- Atavismo;
- Drive e Play drive;
- Obediência;
- Clicker e Target;
- Truques (pular, latir, subir, transpor, buscar objetos);
- Saúde do Cão (vacinas, vermífugos, parasitas, doenças, higiene, inspeção do animal);


MÓDULO II   ( 21, 22 e 23 abril de 2017)
O curso tem como objetivo capacitar o aluno+cão na realização dos exercícios e atendimento de T.A.C. , bem como a manutenção do treinamento do mesmo. Possibilitando criar novos exercícios e modelando-o para segmentos de necessidades variadas.
Neste módulo II iremos abordar o treinamento especializado, podendo utilizar-se dos cães em vários exercícios específicos, bem como atividades pedagógicas, atividades de equilíbrio, propriocepção, funções motoras e decisões, atividades lúdicas bem como exercícios direcionados para as áreas de fisioterapia, terapia ocupacional, pedagogia e psicologia com todo auxilio e motivação que o cão oferece.

CRONOGRAMA
Cronograma do Curso T.A.C. (módulo II)
Conceitos de obediência avançada;
Conceitos de exercícios especializados;
Conceitos de faro e sua utilização;
Avaliação do cão de T.A.C.;
Manutenção do cão de T.A.C.;
Treinamento avançado do cão de T.A.C.;
Tratabilidade, reaver, homing, tracking;

Atividades lúdicas com cães:
* show de mágica com cães;
* cão andar de skate;
* cão jogar boliche;
* cão pular corda;

Atividades pedagógicas com cães:
*corrida do saco com cães;
*dança da cadeira com cães;
*cão identificando cores;
*cão identificando e diferenciando objetos;
*cães que resolvem enigma;
*cães ajudando em conceitos na forma de exercícios práticos;
* Tug of war k9 (cabo de guerra canino);
*cães fazendo: agradece, rasteja e andar em pé;

Atividades de equilíbrio e propriocepção, funções motoras e decisões:
*cães em pista guia;
*condução de cão em dupla por guia segmentada;
*recompensa canalizada para os cães;
*cães no conceito de enrola e desenrola ;
*percurso de coordenação motora com cães;

Atividades específicas para área de fisioterapia e terapia ocupacional:
*exercícios de equilíbrio e propriocepção;
*exercícios para áreas (pneumologia, cardiologia, geriatria, pediatria, etc...;

Criação de Sites - Artweb